sexta-feira, 20 de julho de 2018

Mil toneladas de lixo invadem praias da República Dominicana

Um mar de resíduos

Tudo o que se vê nas praias de Santo Domingo é lixo no mar. A quantidade acumulada de detritos foi tanta que, por dia, têm sido recolhidas 60 toneladas de resíduos.19/7/2018, Daqui

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Recordar Aristides de Sousa Mendes

A 19 de Julho de 1885 nasce, em Cabanas de Viriato, Aristides de Sousa Mendes.
Enquanto Cônsul de Portugal em Bordéus, no ano da invasão de França pela Alemanha Nazi, na Segunda Guerra Mundial, desafiou ordens expressas do presidente António de Oliveira Salazar, que acumulava a função de Ministro dos Negócios Estrangeiros, e durante três dias e três noites concedeu milhares de vistos de entrada em Portugal a refugiados, principalmente de origem judia que fugiam da Alemanha, mas também a outros indivíduos que simplesmente procuravam asilo, pois desejavam fugir de França em 1940.
Em 18 de Outubro de 1966, o Yad Vashem: World Holocaust Center, Jerusalem(Memorial do Holocausto, em Jerusalém) reconheceu Aristides de Sousa Mendes como "Justo entre as Nações" - uma distinção que reconhece aqueles que arriscaram as suas vidas durante o Holocausto para salvar vidas de Judeus.

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Museu do APARTHEID- África do Sul


No museu do Apartheid encontra-se  a história da vida de Nelson Mandela, os  seus ideais e os acontecimentos que marcaram sua vida: quando saiu da prisão e quando ganhou as eleições para presidente da África do Sul. 

Uma lição de vida para quem visita este espaço único no mundo.








  Nele estão expostos recortes de jornais, fotos e palavras das vítimas. 

 Logo à entrada, o visitante recebe uma etiqueta que o rotula como branco ou não-brancoEle entrará somente pela porta indicada no cartão. 

 O objetivo é causar um desconforto e transportar o visitante para uma época em que brancos e negros foram separados por lei.

 Os negros foram expulsos da cidade de Johannesburg , não tinham direito a voto e a bons empregos... 

 Neste museu, encontram-se imagens da época, vídeos e textos com toda a história da luta contra a desigualdade. 

 Nelson Mandela, um dos maiores líderes do movimento contra o racismo, tem lugar especial. Depois de ter passado quase 28 anos na cadeia, saiu de lá e ainda disse que amava os brancos. Recebeu o Prémio Nobel da Paz.

A nova bandeira sul-africana passou a ser usada depois da eleição de Nelson Mandela em 1994. Uma das explicações para o símbolo da bandeira um Y deitado é:  negros e brancos caminhando juntos agora em direção a uma conciliação.

 Visita o link http://www.apartheidmuseum.org/ e conhece melhor o museu do Apartheid.

Biografia de Nelson Mandela

Parabéns, Madiba!

Defensor da igualdade e da liberdade, o mais carismático líder sul-africano de sempre continua a inspirar milhares de pessoas em todo o mundo. Muitas recordam-no anualmente a 18 de julho.
Nelson Rolihlahla Mandela, o político sul-africano que se tornou na figura maior da luta anti-apartheid, morreu a 5 de dezembro de 2013 mas as frases sábias que deixou como legado continuam a fazer sentido num mundo que volta a ser marcado por ataques racistas, por acusações veladas e por manipulações sociais que nos fazem, muitas vezes, crer que somos mais livres do que na realidade somos. Estas são 15 das suas declarações públicas mais inspiradoras:
1. «É sempre impossível, até estar feito».
2. «A educação é a mais poderosa arma que temos para conseguir mudar o mundo».
3.  «É mais inteligente persuadir as pessoas a fazer coisas e depois levá-las a crer que foram elas que tiveram a ideia».
4. «Uma boa cabeça e um bom coração são sempre uma combinação formidável».
5. «Eu aprendi que a coragem não é a ausência de medo mas, sim, o triunfo sobre ele. Um homem corajoso não é o que não tem medo. É aquele que o consegue ultrapassar».
6. «É melhor liderar na sombra e colocar outros no lugar da frente, sobretudo quando se celebram vitórias e coisas boas. Só devemos assumir a liderança quando há perigo. Nessa altura, as pessoas conseguirão valorizá-la».
7. «Depois de subirmos a uma grande montanha, apenas descobrimos que há muitas mais para escalar».
8. «As pessoas reagem em consonância com o modo como lidamos com elas. Se as tratarmos com violência, elas responderão de um modo violento».
9. «Ser livre não é viver sem amarras. É viver de uma forma que respeita e que promove a liberdade dos outros».
10. «Se quiser fazer as pazes com um inimigo, terá de trabalhar com ele. Nessa altura, ele passará a ser um parceiro».
11. «Quando a globalização, como muitas vezes sucede, faz com que os ricos e poderosos apenas tenham novos meios de aumentar a sua riqueza e o seu poder, temos a responsabilidade de protestar em nome da liberdade universal».
12. «O dinheiro não cria o sucesso. A liberdade é que o fará».
13. «Mesmo que tenha uma doença terminal, não se deve sentar nem baixar os braços. Deve aproveitar a vida e desafiar o problema de saúde que tem».
14. «Não há nada como regressar a um lugar que se mantém inalterado para descobrir até que ponto é que nós mudámos».
15. «Nunca posso admitir que sou corajoso e que posso derrotar o resto do mundo».
Celebração anual
Anualmente, desde 2009, a 18 de julho, assinala-se o Dia Internacional Nelson Mandela - Pela liberdade, justiça e democracia. Uma comemoração internacional instituída pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas em novembro desse ano. O dia escolhido pretende recordar a data de nascimento do líder sul-africano. Em 2016, se ainda fosse vivo, Madiba, alcunha por que era muitas vezes tratado, faria 98 anos.
Texto: Luis Batista Gonçalves com Patrice Murdiano (pintura)    Daqui

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Diferença entre Cristão, Judeu e Muçulmano - QQD


Apesar de algumas "brincadeiras", o vídeo tem conteúdos corretos.
Daqui

terça-feira, 10 de julho de 2018

Taj Mahal - o interior

Missão Amar(es): um projeto, uma proposta de vida

No seguimento da palestra ministrada pelo professor Bernardino Silva, da Escola Secundária de Amares, subordinada ao tema “O Papel das ONG para o Desenvolvimento”, o Agrupamento do Sudeste de Baião decidiu associar-se à “Missão Amar(es): um projeto, uma proposta de vida”.
Esta Missão, levada a cabo todos os anos pelo referido professor, tem por objetivo a ajuda a populações de Moçambique, na área da educação, saúde e alojamento, entre outras.
O nosso Agrupamento organizou, através dos grupos disciplinares de Geografia e de EMRC, uma angariação de fundos, da qual resultou a quantia de 350 euros, entregue ao professor Bernardino, no passado sábado, dia 8 de julho de 2018.
Agradecemos a todos os que contribuíram – encarregados de educação, alunos e professores – esperando que nos próximos anos possamos continuar com esta iniciativa solidária.
"Tijolo a tijolo, construiremos uma Escola"!
À Missão Amar(es), a todos os que se deslocarão para Moçambique no próximo dia 26 de julho, desejamos as maiores felicidades neste encontro anual com a esperança num futuro melhor.  

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Seleções de basquetebol das Coreias defrontam-se pela primeira vez em 15 anos

As seleções de basquetebol da Coreia do Sul e da Coreia do Norte defrontam-se esta quarta-feira, em Pyongyang, pela primeira vez em 15 anos, em mais uma demonstração do estreitamento das relações entre os dois países vizinhos.
As seleções feminina e masculina de basquetebol da Coreia do Sul, juntamente com um comitiva de cerca de 100 sul-coreanos, encabeçada pelo ministro da Unificação, chegaram na terça-feira à Coreia do Norte para disputarem uma série de jogos amigáveis.
De acordo com a agência oficial norte-coreana, KCNA, a delegação sul-coreana foi muito bem recebida, tendo sido convidada para jantar num restaurante famoso por cozinhar “naengmyeong” (macarrão frio), um prato típico norte-coreano.
O ministro da Unificação sul-coreano, Cho Myoung-gyon afirmou, antes de embarcar rumo a Pyongyang, esperar que ambas as partes “caminhem em direção à paz”.
O ministro preferiu não revelar pormenores sobre o itinerário que a delegação vai fazer enquanto estiver na Coreia do Norte, não confirmando também se vai ou não encontrar-se com o líder norte-coreano, Kim Jong-un.
As equipas masculinas e femininas dos dois países vão disputar quatro partidas, na quarta-feira e quinta-feira, sendo que em duas destas partidas as equipas vão-se misturar com atletas dos dois países.
No dia 18 de junho, a Coreia do Norte e a Coreia do Sul reuniram-se na fronteira para discutirem colaborações no âmbito desportivo.
A deslocação das equipas de basquetebol à Coreia do Norte foi uma das consequências desta reunião.
A outra, foi divulgada na semana passada, quando foi anunciado que as duas coreias vão competir com uma equipa conjunta nas modalidades de canoagem, remo e basquetebol feminino nos Jogos Asiáticos que decorrem no final de agosto na Indonésia.
Em mais um passo rumo ao desanuviamento das relações entre os dois países vizinhos, atletas das duas coreias vão desfilar juntos na cerimónia de abertura dos Jogos que decorrem entre 18 de agosto e 02 de setembro.
O desporto tem sido um ‘trampolim’ para a reconciliação entre o sul e o norte. Os Jogos Olímpicos de Inverno que decorreram em fevereiro na Coreia do Sul serviram de ponto de partida para o ambiente de apaziguamento que se vive atualmente.
As duas coreias desfilaram juntas nos Jogos Olímpicos de Inverno e apresentaram uma equipa unificada de hóquei no gelo feminino. Daqui

Clica na imagem

Clica na imagem
Fotos do Mundo

Testa a tua memória

Faz o teu presépio

Faz a tua árvore

Jogo Poluição das Águas

Jogo Eco-Cidade

Jogo Gesto Inteligente Transportes

Joga connosco e aprende!

Jogo interativo em Espanhol

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Jogo "Ser Pessoa"

Os perigos do tabaco

Os perigos do tabaco
Clica, joga e aprende...

Religiões do mundo

Religiões do mundo
Jogo - Para saber mais