quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Stephen Hawking na abertura dos Jogos Paraolímpicos

O astrofísico Stephen Hawking, estrela na abertura dos Jogos Paraolímpicos. 


Stephen Hawking faz cada vez menos aparições públicas. Mas a cerimónia de abertura dos Jogos Paraolímpicos foi um pretexto convincente para o astrofísico, que chamou a atenção do mundo a orientar os atletas, o público e os telespectadores numa jornada de descoberta inspirada pelo poder da ciência e da sua capacidade de transformar perceções. Em suma, foi um motor de inspiração para superar limites apenas, como afirma no movimento paraolímpico.

Hawking apareceu no início da apresentação, intitulada 'iluminação', no palco galático, sob a lua e aplaudido por um público fascinado pela sua presença. As suas palavras sobre a busca das origens do universo foram transportadas ao redor do estádio Olímpico PA sistema: "Nós vivemos num universo regido por leis racionais que podemos descobrir e entender 'Olha para as estrelas, não para os teus pés'. Tenta ver o que tens.. de onde vieste e pergunta o que faz com que o universo exista. Sê curioso".

A sua presença relembrou o "Big Bang", no centro do estádio , onde uma esfera celeste caiu para o modo de ignição num guarda-chuva enorme. 
A cena foi cercada por uma chuva de fogos de artifício e cerca de 600 voluntários com guarda-chuvas brilhantes, simbolizando a 'essência' de Britishness, em que se executou uma dança conforme a música "Umbrella", de Rihanna. Juntou-se um grupo de 42 intérpretes surdos e deficientes, que aprenderam habilidades circenses para a ocasião.
Tal como aconteceu na abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos, "A Tempestade" de Shakespeare esteve presente. Desta vez, com o personagem Miranda, interpretada por uma jovem mulher numa cadeira de rodas.
De seguida, surfe um enorme bloco de Newton, um livro com a Declaração Universal dos Direitos Humanos e uma bola representando a partícula de Higgs como elementos para saciar o seu conhecimento.

Na surpresa final da cerimónia, a tocha dos Paraolímpicos, formada por 166 pétalas, representando todos os países participantes, acendeu-se, pela mão de  Margaret Maughan,  primeira medalha de ouro britânica nestes jogos.

Tradução livre de El Mundo, por Begoña Pérez | Londres

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Jogos Paraolímpicos - Londres 2012

O desporto não quer saber quem tu és! Todos podem participar!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Calendário Escolar - 2012/2013

O Ministério da Educação e Ciência divulgou o despacho que fixa o calendário escolar para o ano letivo 2012/2013. 
As aulas começarão entre 10 e 14 de Setembro.


quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Gravação inédita de Martin Luther King encontrada em sótão


Uma bobine com a etiqueta “Dr. King interview, Dec. 21, 1960" foi encontrada por Stephon Tull enquanto vasculhava o sótão de sua casa, no Tennessee.

 Incrédulo, pediu um leitor de bobines a um amigo e confirmou que estava perante “uma parte perdida da história”.

Nesta gravação inédita, Martin Luther King antecipa a importância do movimento dos direitos civis dos negros nos EUA.
Nesta gravação inédita, Martin Luther King antecipa a importância do movimento dos direitos civis dos negros nos EUA.Imagem: AFP PHOTO/FILES
Trata-se de uma bobine onde foi gravada, em 1960, uma entrevista do pai de Tull a Martin Luther King Jr, famoso pelo seu discurso proferido três anos depois “I Have a dream – Eu tenho um sonho”.
Luther King dedicou parte da sua vida à união entre negros e brancos, acabando por ser assassinado por causa dos seus ideais, em Memphis, EUA.
A gravação encontra-se em boas condições e nela o ativista discute o papel dos movimentos cívicos, a sua definição de não-violência e recorda como uma viagem ao continente africano cimentou a sua maneira de pensar a sociedade.
É a descrição da viagem que torna esta gravação única, esclarece Raymond Winbush, diretor do Instituto de Pesquisa Urbana da Universidade de Maryland, citado pelo The Telegraph.
“É claro que nesta entrevista, quando fala de África, ele olhou para este movimento (dos direitos cívicos) como sendo global e capaz de inspirar outras organizações, outras nações e grupos em todo o mundo. É isso que torna especial esta gravação".
Esta entrevista serviria, na época, para integrar um livro que o pai de Tull queria escrever sobre o racismo. O projeto nunca chegou ao fim e hoje o entrevistador tem 80 anos e está internado num hospício.
“Não há palavras para o descrever. Eu não conseguia acreditar. Encontrei uma parte perdida da história”, disse Tull à Associated Press, ainda incrédulo com o achado.
Esta entrevista foi feita antes da Acta dos Direitos Civis se ter tornado lei, mas já aqui King sabia que se estava a viver um momento único na história da humanidade.
“Estou convencido que quando os livros de História dos próximos anos forem escritos, os historiadores terão de recordar este movimento (dos direitos cívicos) como um dos mais sublimes do nosso património”.
Keya Morgan, uma nova iorquina colecionadora de documentos sobre os direitos civis e especialista em artefactos históricos, autenticou a gravação e está a organizar uma venda privada que se deverá realizar ainda este mês.
in 

domingo, 12 de agosto de 2012

Briosa, sempre!


Quando a imagem vale mais do que mil palavras...

11/o8/12

in Supertaça Cândido de Oliveira 2012, entre o Futebol Clube do Porto, campeão da Liga portuguesa 2011/2012, e a Académica de Coimbra, vencedor da edição 2011/2012 da Taça de Portugal.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Fernando Pimenta e Emanuel Silva vencem medalha de prata em K2 1000 metros


Os portugueses Fernando Pimenta e Emanuel Silva conquistaram, esta quarta-feira, a medalha de prata na prova de K2 1000 metros de canoagem dos Jogos Olímpicos Londres2012.
 
foto FRANCISCO LEONG/AFP
Fernando Pimenta e Emanuel Silva vencem medalha de prata em K2 1000 metros
Fernando Pimenta e Emanuel Silva em competição
 
Esta é a primeira medalha de Portugal nos Jogos Olímpicos Londres2012.

Parabéns!

Tempos das três melhores embarcações:

1. Rudolf Dombi/Rudolf Kokeny (Hungria), 3:09.646
2. Fernando Pimenta/Emanuel Silva (Portugal), 3:09.699
3. Martin Hollstein/Andreas Ihle (Alemanha), 3:10.117


in JN e Record

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Muitos livros grátis!


É só clicar no título para  ler ou imprimir.

1. A Divina Comédia -Dante Alighieri 2. A Comédia dos Erros -William Shakespeare 3. Poemas de Fernando Pessoa -Fernando Pessoa 4. Dom Casmurro -Machado de Assis 5. Cancioneiro -Fernando Pessoa 6. Romeu e Julieta -William Shakespeare 7. A Cartomante -Machado de Assis 8. Mensagem -Fernando Pessoa 9. A Carteira -Machado de Assis 10. A Megera Domada -William Shakespeare 11. A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca -William Shakespeare 12. Sonho de Uma Noite de Verão -William Shakespeare 13.. O Eu profundo e os outros Eus. -Fernando Pessoa 14. Dom Casmurro -Machado de Assis 15..Do Livro do Desassossego -Fernando Pessoa 16. Poesias Inéditas -Fernando Pessoa 17. Tudo Bem Quando Termina Bem -William Shakespeare 18. A Carta -Pero Vaz de Caminha 19. A Igreja do Diabo -Machado de Assis 20. Macbeth -William Shakespeare 21. Este mundo da injustiça globalizada -José Saramago 22. A Tempestade -William Shakespeare 23. O pastor amoroso -Fernando Pessoa 24. A Cidade e as Serras -José Maria Eça de Queirós 25. Livro do Desassossego -Fernando Pessoa 26. A Carta de Pero Vaz de Caminha -Pero Vaz de Caminha 27. O Guardador de Rebanhos -Fernando Pessoa 28. O Mercador de Veneza -William Shakespeare 29. A Esfinge sem Segredo -Oscar Wilde 30. Trabalhos de Amor Perdidos -William Shakespeare 31. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis 32. A Mão e a Luva -Machado de Assis 33. Arte Poética -Aristóteles 34. Conto de Inverno -William Shakespeare 35. Otelo, O Mouro de Veneza -William Shakespeare 36. Antônio e Cleópatra -William Shakespeare 37. Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões 38. A Metamorfose -Franz Kafka 39. A Cartomante -Machado de Assis 40. Rei Lear -William Shakespeare 41. A Causa Secreta -Machado de Assis 42. Poemas Traduzidos -Fernando Pessoa 43. Muito Barulho Por Nada -William Shakespeare 44. Júlio César -William Shakespeare 45. Auto da Barca do Inferno -Gil Vicente 46.. Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa 47. Cancioneiro -Fernando Pessoa 48. Catálogo de Autores Brasileiros com a Obra em Domínio Público -Fundação Biblioteca Nacional 49. A Ela -Machado de Assis 50. O Banqueiro Anarquista -Fernando Pessoa 51. Dom Casmurro -Machado de Assis 52. A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho 53.Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa 54. Adão e Eva -Machado de Assis 55. A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo 56. A Chinela Turca -Machado de Assis 57. As Alegres Senhoras de Windsor -William Shakespeare 58. Poemas Selecionados -Florbela Espanca 59. As Vítimas-Algozes -Joaquim Manuel de Macedo 60. Iracema -José de Alencar 61. A Mão e a Luva -Machado de Assis 62. Ricardo III -William Shakespeare 63. O Alienista -Machado de Assis 64. Poemas Inconjuntos -Fernando Pessoa 65. A Volta ao Mundo em 80 Dias -Júlio Verne 66. A Carteira -Machado de Assis 67. Primeiro Fausto -Fernando Pessoa 68. Senhora -José de Alencar 69. A Escrava Isaura -Bernardo Guimarães 70. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis 71. A Mensageira das Violetas -Florbela Espanca 72. Sonetos -Luís Vaz de Camões 73. Eu e Outras Poesias -Augusto dos Anjos 74. Fausto -Johann Wolfgang von Goethe 75. Iracema -José de Alencar 76. Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa 77. Os Maias -José Maria Eça de Queirós 78. O Guarani -José de Alencar 79. A Mulher de Preto -Machado de Assis 80. A Desobediência Civil -Henry David Thoreau 81. A Alma Encantadora das Ruas -João do Rio 82. A Pianista -Machado de Assis 83. Poemas em Inglês -Fernando Pessoa 84. A Igreja do Diabo -Machado de Assis 85. A Herança -Machado de Assis 86. A chave -Machado de Assis 87.. Eu -Augusto dos Anjos 88. As Primaveras -Casimiro de Abreu 89. A Desejada das Gentes -Machado de Assis 90. Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa 91. Quincas Borba -Machado de Assis 92. A Segunda Vida -Machado de Assis 93. Os Sertões -Euclides da Cunha 94. Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa 95. O Alienista -Machado de Assis 96. Don Quixote. Vol. 1 -Miguel de Cervantes Saavedra 97. Medida Por Medida -William Shakespeare 98. Os Dois Cavalheiros de Verona -William Shakespeare 99. A Alma do Lázaro -José de Alencar 100. A Vida Eterna -Machado de Assis 101. A Causa Secreta -Machado de Assis 102. 14 de Julho na Roça -Raul Pompéia 103. Divina Comedia -Dante Alighieri 104. O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós 105. Coriolano -William Shakespeare 106.Astúcias de Marido -Machado de Assis 107. Senhora -José de Alencar 108. Auto da Barca do Inferno -Gil Vicente 109. Noite na Taverna -Manuel Antônio Álvares de Azevedo 110. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis 111. A 'Não-me-toques' ! -Artur Azevedo 112. Os Maias -José Maria Eça de Queirós 113. Obras Seletas -Rui Barbosa 114. A Mão e a Luva -Machado de Assis 115. Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco 116. Aurora sem Dia -Machado de Assis 117. Édipo-Rei -Sófocles 118. O Abolicionismo -Joaquim Nabuco 119. Pai Contra Mãe -Machado de Assis 120. O Cortiço -Aluísio de Azevedo 121. Tito Andrônico -William Shakespeare 122. Adão e Eva -Machado de Assis 123. Os Sertões -Euclides da Cunha 124. Esaú e Jacó -Machado de Assis 125. Don Quixote -Miguel de Cervantes 126. Camões -Joaquim Nabuco 127. Antes que Cases -Machado de Assis 128. A melhor das noivas -Machado de Assis 129. Livro de Mágoas -Florbela Espanca 130. O Cortiço -Aluísio de Azevedo 131. A Relíquia -José Maria Eça de Queirós 132. Helena -Machado de Assis 133. Contos -José Maria Eça de Queirós 134. A Sereníssima República -Machado de Assis 135. Iliada -Homero 136. Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco 137. A Brasileira de Prazins -Camilo Castelo Branco 138.. Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões 139. Sonetos e Outros Poemas -Manuel Maria de Barbosa du Bocage 140. Ficções do interlúdio: para além do outro oceano de Coelho Pacheco. -Fernando Pessoa 141. Anedota Pecuniária -Machado de Assis 142. A Carne -Júlio Ribeiro 143. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós 144.Don Quijote -Miguel de Cervantes
145.
 A Volta ao Mundo em Oitenta Dias -Júlio Verne 146. A Semana -Machado de Assis 147. A viúva Sobral -Machado de Assis 148. A Princesa de Babilônia -Voltaire 149. O Navio Negreiro -Antônio Frederico de Castro Alves 150. Catálogo de Publicações da Biblioteca Nacional -Fundação Biblioteca Nacional 151. Papéis Avulsos -Machado de Assis 152. Eterna Mágoa-Augusto dos Anjos 153. Cartas D'Amor -José Maria Eça de Queirós 154. O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós 155. Anedota do Cabriolet -Machado de Assis 156. Canção do Exílio -Antônio Gonçalves Dias 157. A Desejada das Gentes -Machado de Assis 158. A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho 159. Don Quixote. Vol. 2 -Miguel de Cervantes Saavedra 160. Almas Agradecidas -Machado de Assis
161.
 Cartas D'Amor - O Efêmero Feminino -José Maria Eça de Queirós 162. Contos Fluminenses -Machado de Assis 163.Odisséia -Homero 164. Quincas Borba -Machado de Assis 165. A Mulher de Preto -Machado de Assis 166. Balas de Estalo -Machado de Assis 167. A Senhora do Galvão -Machado de Assis 168. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós 169. A Inglezinha Barcelos -Machado de Assis 170. Capítulos de História Colonial (1500-1800) -João Capistrano de Abreu 171.CHARNECA EM FLOR -Florbela Espanca 172. Cinco Minutos -José de Alencar 173. Memórias de um Sargento de Milícias -Manuel Antônio de Almeida 174. Lucíola -José de Alencar 175.. A Parasita Azul -Machado de Assis 176. A Viuvinha -José de Alencar 177. Utopia -Thomas Morus 178. Missa do Galo -Machado de Assis 179. Espumas Flutuantes -Antônio Frederico de Castro Alves 180. História da Literatura Brasileira: Fatores da Literatura Brasileira -Sílvio Romero 181. Hamlet -William Shakespeare 182. A Ama-Seca -Artur Azevedo 183. O Espelho -Machado de Assis 184. Helena -Machado de Assis 185. As Academias de Sião
--
Estamos em vias de perder tudo isso, pois vão desativar o projeto por desuso, já que o número de acesso é muito pequeno. Vamos tentar reverter esta situação, divulgando e incentivando amigos, parentes e conhecidos, a utilizarem esta fantástica ferramenta de disseminação da cultura e do gosto pela leitura.
Recebido por email

Clica na imagem

Clica na imagem
Fotos do Mundo

Testa a tua memória

Faz o teu presépio

Faz a tua árvore

Jogo Poluição das Águas

Jogo Eco-Cidade

Jogo Gesto Inteligente Transportes

Joga connosco e aprende!

Jogo interativo em Espanhol

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Jogo "Ser Pessoa"

Os perigos do tabaco

Os perigos do tabaco
Clica, joga e aprende...

Religiões do mundo

Religiões do mundo
Jogo - Para saber mais