quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Já sou tia...


Tia...

Já sou tia

Tra la la la

Já sou tia

Já nasceu a minha sobrinha,
hoje às 16h04m

Tra la la la

Já a vi

E estou toda babada!!! :D


PARABÉNS AOS PAPÁS!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

10 mandamentos para os pais


1º mandamento – Coloque a função de mãe e pai em primeiro lugar

Há pais que pensam que educar um filho é apenas tarefa da escola. Inebriados com o sucesso profissional ou confrontados com um trabalho que não deixa tempo livre, muitos pais não se envolvem, diariamente, na educação dos filhos. Entregam-nos à escola e julgam que essa tarefa é apenas dos professores. Estão enganados. Educar uma criança exige atenção e disponibilidade.

2º mandamento – Seja um bom exemplo

Ninguém gosta de ser considerado continuadamente um bom exemplo. É uma tarefa árdua e difícil. Exige muitas renúncias. Contudo, pode estar certo que os filhos imitam os pais, naquilo que eles têm de bom e de mau. Quando um pai dá exemplo de não gostar de trabalhar, de desonestidade ou de irresponsabilidade, é certo que está a transmitir uma mensagem errada aos filhos: é correcto ser preguiçoso, desonesto e irresponsável. Se quer dar bons exemplos aos seus filhos, seja diligente, pontual, trabalhador, honesto e justo. O seu exemplo vale mais do que mil lições de moral.

3º mandamento – Esteja atento

Educar um filho não é tarefa para se fazer sozinho. Os outros familiares, os amigos, os vizinhos, os professores e até os vigilantes são, também, agentes que educam pelo exemplo. Por isso, esteja sempre atento aos que rodeiam o seu filhos, aos amigos, aos vizinhos e também ao que se passa na escola.

4º mandamento – Envolva-se na escola do seu filho

O envolvimento parental no processo educativo é uma variável que está geralmente associada ao bom desempenho escolar. Vá às reuniões, converse com os professores, peça e dê informações e colabore com os professores. Não faça críticas aos professores na presença dos seus filhos.

5º mandamento – Controle e limite o acesso do seu filho à televisão e à Internet

Muitos conteúdos televisivos são telelixo e têm efeitos devastadores na educação do carácter das crianças. As crianças que vêem muita televisão e passam muito tempo a navegar na Internet têm mais probabilidades de serem obesas. Para além disso, ao impedir que o seu filho tenha acesso a conteúdos que deformam a mente, que distorcem a realidade e que invertem os valores, você está a proteger o seu filho e a proporcionar-lhe um ambiente saudável.

6º mandamento – Concentre-se no que é fundamental

Não tente que o seu filho seja um herói ou um santo. Centre a sua atenção naquilo que são os valores fundamentais, comuns a todas as civilizações e que estão no cerne da Cultura Ocidental: prudência, justiça, temperança, coragem, honestidade, responsabilidade e compaixão.

7º mandamento – Use linguagem moral

Não diga que o comportamento é apropriado ou inapropriado. Diga simplesmente que é bom ou mau, correcto ou incorrecto. As crianças têm de saber que há comportamentos que são sempre maus ou bons e não apenas inapropriados ou apropriados.

8º mandamento – Centre a sua acção na acção

Os discursos sobre a moral têm pouco efeito na educação do carácter. O mais importante de tudo são os hábitos. Certifique-se de que a sua filha desenvolve bons hábitos. Quanto aos maus hábitos, certifique-se de que o seu filho está envolvido num processo de correcção e de substituição dos maus hábitos por bons hábitos.

9º mandamento – Coloque a educação do carácter em primeiro lugar

De que vale ter um filho que tem classificações excepcionais se ele é irresponsável, imprudente, intemperado, injusto e malcriado? Coloque a educação do carácter no centro das preocupações e mostre que não dá menos importância às virtudes morais do que às virtudes intelectuais. Não se esqueça de que o extermínio dos judeus pelos nazis foi conduzido por gente inteligente e culta.

10º mandamento – Ame os seus filhos e mostre que os ama

Não se esqueça de que o amor é o sentimento mais forte e mais importante que existe. A virtude da amizade, onde se inclui o amor, é a virtude primeira, no sentido de que é a virtude essencial à conquista da felicidade. Se não mostrar que ama o seu filho, ele procurará o amor nos sítios errados com as pessoas erradas (1).

Notas:
1) Este texto foi inspirado em Ten commandments for parents. In Ryan, K. e Bohlin, K (1999). Building Character in Schools. S. Francisco: Jossey Bass

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Pai muçulmano dá lição de tolerância: "somos todos filhos do mesmo Deus, não é?"


É uma história edificante. Uma pedrada no charco do preconceito.
Aconteceu ontem numa escola do Centro do País. Tem três protagonistas: pai, filho e director.

O filho, islâmico, pede a disciplina de Moral e Religião Islâmica. O director, aflito, telefona ao pai: "não sei se consigo arranjar professor de Moral e Religião Islâmica. O seu filho foi o único a pedir essa disciplina."

O pai, um senegalês há cinco anos em Portugal, responde: "senhor director, não tem problema. Meta-o na turma de Educação Moral e religiosa Católica. Afinal, somos todos filhos do mesmo Deus, não é? E Alá é grande! O que eu quero é fazer dele um bom rapaz."

O director, estupefacto, agradeceu.

Clica na imagem

Clica na imagem
Fotos do Mundo

Testa a tua memória

Faz o teu presépio

Faz a tua árvore

Jogo Poluição das Águas

Jogo Eco-Cidade

Jogo Gesto Inteligente Transportes

Joga connosco e aprende!

Jogo interativo em Espanhol

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Jogo "Ser Pessoa"

Os perigos do tabaco

Os perigos do tabaco
Clica, joga e aprende...

Religiões do mundo

Religiões do mundo
Jogo - Para saber mais