domingo, 25 de maio de 2008

Vantagens da reciclagem






Apesar de os aterros controlados (em vez de lixeiras a céu aberto) serem uma boa solução, o ideal é sempre optar pela reciclagem, em que se defende o Ambiente, valorizando as embalagens e os outros lixos criados pelo Homem.


Reciclando, criam-se novos objectos a partir dos materiais das embalagens usadas, que podem ou não ser transformadas, de novo, em embalagens.


Com a introdução de matéria-prima reciclada em matéria-prima virgem (ou não, como é o caso do vidro), deixamos de ter "lixo" e voltamos a ter matéria-prima, o que promove a protecção ambiental.


Chama-se a isto "valorização do lixo".
A valorização é o conjunto de métodos usados para dar um novo valor aos resíduos criados pelo Homem.


Um dos exemplos é a valorização dos resíduos orgânicos (restos de comida e vegetais - caroços, cascas, etc. - relva e sebes cortadas, etc.) através da chamada "compostagem".


Com recurso a micro-organismos naturais, esses resíduos são biodegradados e transformam-se em adubos e fertilizantes para a agricultura, enriquecendo naturalmente os solos.


Não sabias disto, ou sabias?


Por outro lado, reciclar e reintroduzir materiais de embalagem no processo produtivo (conseguidos através da recolha e escolha selectiva) permite que se poupem quantidades muito grandes de energia.


Geralmente, os gastos de energia na produção de objectos através da reciclagem são menores do que os da produção desses mesmos objectos a partir de matérias-primas virgens.


Sabias que, muitas vezes, os recursos que se poupam provêm de fontes de energia esgotáveis, como é o caso do petróleo?
E, como sabes, pode-se poupar também em matérias fundamentais para a vida humana, como é o caso das árvores.


in site junior

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Fomos a Fátima

Para recordar este dia maravilhoso, vejam um Slideshow com algumas fotografias no fim desta página.

Espero que apreciem!!!

terça-feira, 20 de maio de 2008

Visita de Estudo a Fátima - 21 de Maio

Roteiro...

Capela pequena ............................... Basílica


Igreja da Santíssima Trindade

Os três pastorinhos


As aparições de Maria



Casa de Francisco e Jacinta ............................Casa da Lúcia



Poço do Anjo ........................... Loca do Anjo


Gruta das Moedas

AS FOTOS DESTA VISITA ESTÃO AO FUNDO DA PÁGINA!!!

sábado, 3 de maio de 2008

O dia das mães, no mundo...

Qual a origem do Dia das Mães?


A mais antiga celebração do Dia das Mães tem origem mitológica. Na Antiga Grécia, a entrada da primavera era festejada em honra a Rhea, esposa de Cronus e mãe de Zeus , considerada a Mãe dos Deuses.
Bem mais tarde, no início do século XVII, a Inglaterra começou a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães das operárias inglesas. Este dia ficou conhecido como o Mothering Sunday (Domingo das Mães). Nesse dia, as trabalhadoras tinham folga para ficar em casa com as mães e levavam o mothering cake, um bolo, de presente para elas.

Nos Estados Unidos, as primeiras sugestões em prol da criação de uma data para a celebração das mães foi dada, em 1872, por Júlia Ward Howe, autora da letra do hino do país. Seria, na concepção dela, um dia dedicado à paz. Mas foi outra americana, Ana Jarvis, da Filadélfia que, em 1907, iniciou a campanha para instituir o Dia das Mães. Ana perdeu a sua mãe e entrou em grande depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Em pouco tempo, a comemoração alastrou-se por todo o país e, em 1914, a sua data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson: dia 9 de maio, o segundo domingo de maio.

No Brasil, o Dia das Mães foi introduzido pela Associação Cristã de Moços (ACM), em maio de 1918. A data passou a ser celebrada no segundo domingo de maio, conforme decreto assinado, em 1932, pelo presidente Getúlio Vargas. Em 1949, vários proprietários de lojas de São Paulo, lançaram uma grande campanha publicitária incentivando a compra de presentes para as mães e o hábito de presentear as mães ganhou impulso.

Dia das mães no mundo:

2º domingo de maio – Estados Unidos, Brasil, Dinamarca, Finlândia, Japão, Turquia, Itália, Austrália e Bélgica
2º domingo de fevereiro – Noruega
2º domingo de outubro – Argentina
2º dia da primavera – Líbano
1º domingo de maio -
Portugal
10 de maio – México
8 de dezembro – Espanha
Último domingo de maio – Suécia
4º domingo da Quaresma – Inglaterra

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Papel da EMRC na Escola


Todos nós sabemos que a Escola, nos nossos dias, não se limita a transmitir conhecimentos,
mas deve também formar pessoas através da educação nos valores humanos que dão orientação moral à existência de cada um, tornando assim os alunos adultos responsáveis, conscientes e interventivos.

Neste contexto, surge o papel da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC), que contribui para a educação integral, enriquece a cultura dos alunos e ajuda-os a encontrar respostas às interrogações fundamentais da vida, ao mesmo tempo que promove a busca de sentido e realiza uma reflexão e natureza moral e religiosa.

Por outras palavras, a EMRC educa o aluno como pessoa, motiva-o para ser feliz, responsabiliza-o como cidadão e compensa-o nos saberes!


No fundo, esta disciplina dá resposta a muitos problemas e preocupações que, actualmente, se colocam na educação; permite ainda ao aluno aprender a viver com os outros, aceitando as diferenças, dialogando sobre as escolhas, construindo, pois, a sua caminhada “sobre rocha”!

E o que dizem os alunos?
De uma forma geral, os alunos apreciam a aula de EMRC, não só pela relação de grande proximidade criada entre eles e o professor da disciplina, mas também no que respeita às actividades desenvolvidas, principalmente as visitas de estudo, nas quais, se reforça o relacionamento pessoal e humano entre alunos de turmas e de Escolas diferentes, como aconteceu no passado mês e Fevereiro, em que alunos dos nono e décimo anos de Montemor-o-Velho rumaram até à Corunha e a Santiago de Compostela.


Após o sétimo ano, começam a surgir outras motivações, de acordo com palavras dos próprios alunos:

---“Opto pela aula de EMRC, pois tem como pilar o facto de serem espaços de reflexão, de diálogo e de convívio que nos ajudam a ultrapassar os nossos obstáculos e a abordar conteúdos que nos permitem perspectivar novos horizontes e construir o dia de amanhã!”;
---“Reflectimos sobre as nossas próprias ideias e valores para ver como influenciam os nossos comportamentos”;
---“Reconhecemos a importância e o sentido da vida”;
---“Aprendemos a escutar os outros e compreender os pontos de vista de cada um”;
---“Crescemos por dentro!”.

Face ao exposto, a aula de EMRC não é catequese, mas educação moral à luz da cultura do amor, da verdade e da justiça!

Conscientes do papel desta disciplina, apelamos aos Pais e Encarregados de Educação que matriculem os seus filhos / educandos em EMRC!
Frequentar as aulas de EMRC é uma oportunidade única a não perder e um caminho firme a percorrer!

Ter EMRC, vale deveras a pena! É semear hoje para colher amanhã!!!


LUÍSA PARREIRAL
Professora de EMRC na EB 2,3 Jorge de Montemor e Secundária.
in Jornal "Comunidades a Caminho", Abril de 2008

Clica na imagem

Clica na imagem
Fotos do Mundo

Testa a tua memória

Faz o teu presépio

Faz a tua árvore

Jogo Poluição das Águas

Jogo Eco-Cidade

Jogo Gesto Inteligente Transportes

Joga connosco e aprende!

Jogo interativo em Espanhol

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Jogo "Ser Pessoa"

Os perigos do tabaco

Os perigos do tabaco
Clica, joga e aprende...

Religiões do mundo

Religiões do mundo
Jogo - Para saber mais